Canafístula

Parabéns à nossa Canafístula!

O início da primavera coincidiu com a marca de um ano desde que plantamos as sementes da nossa própria Canafístula. Temos muito a comemorar. O primeiro aniversário mostra como esse período já é suficiente para que a plantinha adquira formas próximas às da planta madura, ainda que em miniatura, e prova a qualidade das sementes que a EcoBrindes comercializa. Galhos e folhas são um belo prenúncio comparável a um bonsai de um futuro grandioso que aguarda as árvores dessa espécie.

Plantada para ter seu crescimento acompanhado por nós, ela homenageia o Dia da Árvore (21 de setembro), mas serve o ano inteiro como um belo convite a quem deseja viver a experiência de plantar e cuidar de uma árvore. Quando madura, a Canafístula alcança de 15 a 40 metros de altura e exibe uma bela e ampla copa, além de ficar repleta de flores amarelas. Se você quer dar vida e proporcionar bons cuidados a uma planta, vale conferir as opções de sementes em eco sachês ou mudas de árvores disponíveis em nosso site.

Digg This
Reddit This
Stumble Now!
Buzz This
Vote on DZone
Share on Facebook
Bookmark this on Delicious
Kick It on DotNetKicks.com
Shout it
Share on LinkedIn
Bookmark this on Technorati
Post on Twitter
Google Buzz (aka. Google Reader)

Brindes verdes no Fórum do SEMESP

Michael Crawford do Banco Mundial. SEMESP, 2010.

O SEMESP é o Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de São Paulo, fundado em 1979 tem como seu principal objetivo preservar, proteger e defender o segmento privado de educação superior, bem como prestar serviços de orientação especializada aos seus associados

A entidade promove regularmente eventos que visam promover a interação entre mantenedoras e profissionais ligados à educação como o Fórum Nacional de Ensino Superior Particular (FNESP), os Congressos Nacional e Internacional de Iniciação Científica e as Jornadas Regionais pelo Interior de São Paulo.

O Fórum realiza-se todos os anos desde 1999 e no ano de 2010, em sua 12a. edição, teve como tema “A Próxima Década na Educação Superior” onde foram debatidos o sistema nacional de educação, a dinâmica e os desafios das IES no Brasil, a competitividade dos países emergentes da Ásia, as melhores práticas de uso da tecnologia da informação e as tendências de crescimento econômico. Questões relacionadas aos impactos que os grandes eventos esportivos causarão ao país também tiveram expressão.

O Fórum aconteceu nos dias 23 e 24 de Setembro no Novotel Jaraguá em São Paulo e contou com a presença de professores, diretores e profissionais ligados às áreas de educação, economia, finanças e recursos humanos no Brasil e no exterior.

Os participantes passaram dois dias difundindo e trocando experiências, vislumbrando novos caminhos e inovações para promoção da melhoria da educação superior particular. Os organizadores com a intenção de simbolizar o debate como um processo que nunca é imediato, mas permanente, distribuíram sachês com sementes.

A Ecobrindes, que elaborou os sachês com sementes, orgulha-se de participar mais uma vez de eventos que promovam a conscientização ambiental!

Digg This
Reddit This
Stumble Now!
Buzz This
Vote on DZone
Share on Facebook
Bookmark this on Delicious
Kick It on DotNetKicks.com
Shout it
Share on LinkedIn
Bookmark this on Technorati
Post on Twitter
Google Buzz (aka. Google Reader)

Germinação Experimental de Canafístula – peltophorum dubium

Aproveitando que estamos na semana da árvore publicamos a seguir uma técnica experimental de germinação de sementes de árvores brasileiras que apresentam “dormência tegumentar” (no caso, a canafístula).  A dormência da semente é na realidade uma camada impermeável (casca dura) que algumas espécies, principalmente de árvores,  possuem.

Para “quebrar” esta dormência e conseguir germinar sua árvore bebê, siga os passos abaixo indicados e fique maravilhado com o processo !!

1 – Tenha em mãos os seguintes itens: 2 pedaços (bolinhas) de algodão, uma lixa de unha, um pouco de água e claro, as sementes de canafístula.

2 – O próximo passo é escarificar / lixar levemente a base da semente (a parte mais pontuda). Lixe pelas laterais, mas com cuidado para não danificar a semente. Esta escarificação permitirá que a água (elemento da vida) penetre na semente proporcionando a germinação.

3 – Depois de escarificar as sementes, prepare o vasinho com algodão, acomode as sementes e coloque um pouco de água para umedecer a base. Finalize colocando o outro pedaço de algodão por cima, fazendo uma espécie de “saduiche” com as sementes ao meio. Coloque um pouco mais de água e em seguida retire o excesso de água, pressionando o algodão por cima (com os dedos).

Cubra as sementes com outro pedaço de algodão e retire o excesso de água:

4 – Agora vem a parte mais espetacular, a germinação.  Entre  5 e 10 dias sua semente irá absorver a água  e iniciar o processo maravilhoso da vida. Nos primeiros dias, a multiplicação celular irá se concentrar em criar uma raíz longa para absorver mais nutrientes, enquanto prepara e ensaia a saída efetiva das primeiras folhas “protetoras”. Repletas de clorofila, folhas iniciais verdes e bem escuras,  proporcionam intensa respiração celular e geram energia suficiente  até que o caule e a folhagem definitiva se formem.

5 – Com os brotos germinados, aguarde até conseguir  pelo menos 3cm de raiz para que possa ser possível  seu plantio em uma vaso maior, desta vez contendo substrato orgânico (terra fértil). Faça uma abertura em meio ao substrato contido no vaso com uma caneta ou objeto similar e, com cuidado, enterre a raiz até que fique firme e estável.  Agora é só regar e aguardar ela crescer e se fortificar, até que seja possível seu plantio definitivo.

E esse é o fantástico resultado!! O maravilhoso espetáculo da vida !!  Esta pequena árvore irá se desenvolver  (como nossos filhos) e se transformar em algo extremamente útil para o planeta. No caso dela, converterá  gás carbônico em oxigênio,  filtrará o ar que respiramos, nos dará flores belas e harmônicas tal qual é a criação, nos encherá de esperanças e idéias virtuosas. Um belo exemplo  da  exuberância da natureza e de quem a criou. Note como é bela e simples a mágica da vida !

A Ecobrindes testou e aprovou este método simples de germinação. Utilize você também!

Digg This
Reddit This
Stumble Now!
Buzz This
Vote on DZone
Share on Facebook
Bookmark this on Delicious
Kick It on DotNetKicks.com
Shout it
Share on LinkedIn
Bookmark this on Technorati
Post on Twitter
Google Buzz (aka. Google Reader)

Dia da árvore

Árvore da Canafístula em florescência. Autor indicado.

No Brasil comemora-se o Dia da Árvore no dia 21 de Setembro anunciando a estação da Primavera que chega no hemisfério Sul no dia 23. Nesta data para homenageá-la a Ecobrindes preparou uma matéria sobre a Peltophorum dubium muito conhecida por Canafístula.

Da família da Caesalpinieae é uma árvore nativa (América do Sul) também conhecida por farinha-seca, faveira, sobrasil, tamboril, tamboril branco, tamboril-bravo, guarucaia, jacarandá de flor amarela, angico vermelho, barbatimão, acácia amarela, canela de veado, pau vermelho, madeira nova, quebra serra e alguns outros.

Seu nome científico é Peltophorum dubium (Spreng.) Taub. e é uma linda espécie que chega a uma altura de 15 a 25 metros com uma copa bem ampla, tronco de 50 a 70 cm de madeira bem rígida (densidade de 0,69 g/cm3) e de longa durabilidade (muito utilizada na construção civil e na indústria moveleira).

Flor amarela da Canafístula. Foto Valdir Dala Marta.

Bela e exuberante como espécie ornamental, é bastante utilizada no paisagismo urbano e rural; como planta rústica pode ser empregada na composição de reflorestamentos mistos de áreas degradadas pois beneficia-se de áreas de clareiras. Resiste bem ao frio e geadas, adaptando-se ao clima subtropical e temperado.

É nos estados de Minas Gerais, Bahia, Rio de Janeiro, Goiás, Mato Grosso do Sul e Paraná que ela é mais abundante e adaptada. Sua floração ocorre  no verão (de Dezembro a Fevereiro), quando  sua copa generosa provê sombra fresca e suas flores ao caírem formam lindos tapetes amarelos pelo chão.

Multiplica-se por sementes, que devem ser escarificadas ou manipuladas para quebra de dormência antes da germinação (a semente emerge entre 15 e 30 dias). Após o período de formação da muda (aprox. 30 cm) deve ser cultivada sob o sol pleno e em terreno preparado com matéria orgânica, livre de formigas e agressões físicas.

E já que hoje é o dia dela que tal fazermos parte da  campanha “Plante 7 Bilhões de Árvores”, um projeto desenvolvido pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) com o objetivo de incentivar o plantio de árvores nativas e aquelas apropriadas ao meio ambiente local envolvendo a comunidade e os seus governantes.

Fontes de pesquisa:

LORENZI, H. Árvores Brasileiras. Manual de Identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. Nova Odessa: Ed. Plantarum. 1992. 352p.

IPEF – Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais

Dia da árvore - Instituto Ambiental Nova Era

Digg This
Reddit This
Stumble Now!
Buzz This
Vote on DZone
Share on Facebook
Bookmark this on Delicious
Kick It on DotNetKicks.com
Shout it
Share on LinkedIn
Bookmark this on Technorati
Post on Twitter
Google Buzz (aka. Google Reader)

Formação em sustentabilidade corporativa.

O curso de extensão em Administração Sustentável desenvolvido pela Universidade da Indústria - UNINDUS do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná – FIEP em parceria com a Universidade Federal do Paraná – UFPR e a Case Western Reserve University formou sua primeira turma (32 alunos) em Agosto de 2010 (06/08/2010).

Com duração de 3 semestres o curso é oferecido aos alunos dos cursos de Administração a partir do 3o. período e tem como objetivo desenvolver competências em sustentabilidade como fator competitivo da organização, pressupondo um gerenciamento que atenda aos imperativos éticos, sociais e ambientais que se interpõe hoje ao desenvolvimento econômico dos países. Com duração de 580 horas, os alunos selecionados dispõe de bolsa de estudos para poderem dedicar-se integralmente ao curso além de desenvolverem  projetos sustentáveis e inovadores em ambientes empresariais.

A comissão de formatura também incluiu conceitos de sustentabilidade ao evento através da distribuição de certificados e homenagens em forma de produtos ecológicamente corretos: sachês em juta contendo kits de plantio de flores, asssim como sachês de sementes de árvores e flores (todos elaborados pela Ecobrindes) foram ofertados aos professores e alunos formandos.

Estiveram presentes à solenidade de formatura os Professores Doutores Marcos Mueller Schlemamm (Sistema FIEP), Sérgio Scheer (UFPR) e João Carlos da Cunha (UFPR), além da gerente do projeto Maria de Lourdes Domingues Dallagnol (quem distribuiu os certificados). Também foram homenagear os formandos representantes das empresas acolhedoras dos alunos em suas vivências práticas: Embafort, QLA, Centro Volvo Ambiental, Prefeitura de São José dos Pinhais e Sanepar.

Veja em vídeo alguns depoimentos sobre o curso. Fonte: FIEP, 2010.

A Ecobrindes orgulha-se de fazer parte desta comemoração através de uma ação educativa promovida por estas instituições de ensino.

Links relacionados:

Universidade da Indústria.

Federação das Indústrias do Estado do Paraná.

Universidade Federal do Paraná.

Case Western Reserve University.

Digg This
Reddit This
Stumble Now!
Buzz This
Vote on DZone
Share on Facebook
Bookmark this on Delicious
Kick It on DotNetKicks.com
Shout it
Share on LinkedIn
Bookmark this on Technorati
Post on Twitter
Google Buzz (aka. Google Reader)

Dzarm distribui sementes em nova coleção!

A marca de roupas Dzarm (do grupo Hering) lançou  sua coleção de primavera-verão 2010-2011 na Texfair em Blumenau no mês de Maio. A Texfair é um dos primeiros eventos a apresentar os lançamentos da temporada de primavera e verão em vestuário, malharia, cama, mesa, banho e decoração e esta consolidada como o maior evento de negócios do setor na America Latina. Fonte: Mídiamoda, 2010.

A coleção chega às lojas, pela segunda vez, trazendo um sachê com sementes de flores ornamentais produzido em grande quantidade pela Ecobrindes. O sachê faz parte da etiqueta que vem junto à peça e orienta o consumidor sobre as condições  de plantio e manutenção das espécies. Desta forma, além de adquirir uma peça de roupa, você também pode contribuir para deixar o planeta mais bonito!

A Hering comprometida com a responsabilidade social e a sustentabilidade de sua cadeia produtiva , confia em fornecedores que ofereçam alto padrão de qualidade em seus produtos e serviços, além de prazos e custos condizentes com os critérios oferecidos pelo mercado. A Ecobrindes, parceira da Hering nesta ação, esta de olho em empresas dispostas a buscar o desenvolvimento respeitando o meio ambiente.

Confira aqui o “making off”  da coleção 2010-2011:

Fonte: YouTube, 2010.

Related Posts with Thumbnails
Digg This
Reddit This
Stumble Now!
Buzz This
Vote on DZone
Share on Facebook
Bookmark this on Delicious
Kick It on DotNetKicks.com
Shout it
Share on LinkedIn
Bookmark this on Technorati
Post on Twitter
Google Buzz (aka. Google Reader)