Germinação Experimental do Guapuruvú

TOP_GUAPURUVU

O Guapuruvu (nome científico: Schizolobium parahyba) é uma árvore da família das fabáceas, notável pela sua velocidade de crescimento que pode atingir 3 metros por ano. A árvore é também conhecida como guarapuvu, garapuvu, guapiruvu, garapivu, guaburuvu, vapirubu, ficheira, bacurubu, badarra, bacuruva, birosca, faveira, pau-de-vintém, pataqueira, pau-de-tamanco ou umbela. É a árvore símbolo de Florianópolis, capital de Santa Catarina, e utilizada na construção de canoas artesanais em boa parte do litoral brasileiro. (Saiba mais em wikipedia)

————————————————————————————————————

Neste post, vou apresentar uma forma experimental de germinação das sementes do Guapuruvu (Schizolobium parahyba), E de modo geral vou apresentar algumas dicas comuns de germinação da maioria das espécies, então vamos lá.

  • Prepare a terra que vai receber as sementes. Nunca deixe-a encharcada ou ressecada, o ideal é deixá-la sempre úmida;
  • Ao depositar as sementes sobre a terra, cubra com no máximo 1cm por cima;
  • Experimente germinar de 1 a 2 sementes por vez, pois em caso de insucesso você terá mais oportunidades;
  • Escolha um lugar que proporcione sol e um determinado momento e sombra em outro;
  • Na hora de regar, dê preferência pela manhã e ao final da tarde quando as temperaturas são mais amenas. E lembre-se, use sempre pouca água.
  • Por último e mais importante, acompanhe de perto os primeiros dias após o plantio, garantindo sempre um substrato úmido

APRESENTAÇÃO DAS SEMENTES

Em primeiro lugar é importante saber que existem muitos tipos de sementes, as quais tem características próprias para o início de sua germinação, umas são duras, outras moles, outras aladas… No caso do Guapuruvú (Schizolobium parahyba), ela é bem dura pois possui a “dormência tegumentar“, que nada mais é do que uma grossa camada de proteção externa na semente.

GERMINACAO_GUAPURUVU_ECOBRINDES_01

E para “quebrar” essa dormência e iniciar o processo germinativo, é fundamental que a água penetre ao interior da semente, proporcionando a divisão celular e o crescimento da mudinha. Para isso, iremos preparar as sementes para o cultivo.

PREPARANDO AS SEMENTES

Para conseguirmos fazer com que a água penetre na semente e quebrar a sua dormência tegumentar, iremos escarificar / raspar levemente alguns lados da semente. E para isso, vamos utilizar uma pequena lixa de unha, ou qualquer outra lixa fina que você tenha em mãos, conforme figura abaixo.

GERMINACAO_GUAPURUVU_ECOBRINDES_02

 PREPARANDO O VASO E O SUBSTRATO

Um outro ponto muito importante é o substrato vegetal (terra), que deve receber as sementes sempre úmido, nunca encharcado ou seco. Caso o seu kit não tenha vindo com um sachet de substrato, ele pode ser encontrado com facilidade em qualquer loja de jardinagem ou mesmo em floriculturas, a um custo bem baixo. Para este exemplo do Guapuruvu, vamos usar apenas uma semente.

GERMINACAO_GUAPURUVU_ECOBRINDES_03

ESCOLHA UM BOM LOCAL, REGUE E AGUARDE…

Prontinho, fizemos a nossa parte e agora a Natureza irá fazer a dela… E se tudo correr bem em poucos dias você já terá sua mudinha de Guapuruvu. Por fim, é muito importante manter as 2 regas diárias sempre com pouca água, pelas manhãs e finais de tarde. Também é fundamental encontrar um bom lugar para o vasinho, onde bata sol em boa parte do dia, mas que também proporcione um pouco de sombra. Isto vai permitir um equilíbrio e o substrato irá permanecer sempre úmido.

TEMPO DE GERMINAÇÃO

O tempo de germinação pode variar de semente para semente por inúmeros fatores, mas aqui em nosso experimento ela ocorreu em 6 dias corridos. Abaixo de cada foto você notará a data em que ela foi tirada e assim você acompanha a cronologia de todo o processo. As sementes deste experimento foram depositadas em 10 de Outubro de 2019

GERMINACAO_GUAPURUVU_ECOBRINDES_04

GERMINACAO_GUAPURUVU_ECOBRINDES_05

22_OUT_MD

24_OUT_MD

24_OUT_DETALHE_MD

Capricho da natureza não é mesmo !! Impressionante como é bonito acompanhar de pertinho este processo, muito bacana. É isso aí pessoal, vou ficando por aqui neste post e espero que tenham gostado da experiência. Sempre que quiserem postem aqui suas dúvidas, sugestões, bem como compartilhem suas experiências conosco neste lindo processo de nascimento de uma nova árvore !

CURIOSIDADE

Só pra se ter uma ideia de como esta semente é dura e resistente, confira no detalhe a imagem da casca após a germinação deste broto.
GERMINACAO_GUAPURUVU_ECOBRINDES_10

Related Posts with Thumbnails
Digg This
Reddit This
Stumble Now!
Buzz This
Vote on DZone
Share on Facebook
Bookmark this on Delicious
Kick It on DotNetKicks.com
Shout it
Share on LinkedIn
Bookmark this on Technorati
Post on Twitter
Google Buzz (aka. Google Reader)

Start a Conversation

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>